Publicidade
Publicidade
24/11/2014 às 22h17 26/11/2014 às 13h03

Beyoncé disponibiliza álbum visual no VEVO e no Spotify; saiba o porquê

Álbum visual é liberado quase 1 ano após seu lançamento.
Nova fórmula será usada para a lista de álbuns mais vendidos nos EUA.

BEYONCÉ (Foto: Divulgação)

Beyoncé disponibilizou nessa segunda-feira, 24, o seu álbum visual, autointitulado, em serviços de streaming, ou seja, canais que reproduzirão o conteúdo livremente na Internet.

"BEYONCÉ", lançado de surpresa em dezembro de 2013, possui 14 músicas e 17 vídeos - cada canção possui um videoclipe.

Em seu canal oficial no VEVO, foram adicionados todos os clipes do álbum que ainda não faziam parte do acervo do site - incluindo o vídeo de "7/11", que foi enviado ao canal três dias após sua divulgação no canal pessoal da Beyoncé. O VEVO é um serviço gratuito de transmissão de vídeos oficiais dos artistas, também disponíveis através do YouTube. Diversas gravadoras possuem um acordo com a empresa para que o conteúdo de seus contratados sejam divulgados no site.

Já no Spotify, um serviço de transmissão de áudio, foi adicionado o relançamento "BEYONCÉ Platinum Edition", com duas músicas inéditas da cantora, além das canções do álbum original que não constavam no catálogo da artista. O Spotify também é gratuito, mas oferece opções de planos para quem deseja desfrutar de vantagens adicionais que só os assinantes possuem - como o download de faixas para ouvir offline.

SAIBA TUDO SOBRE O "BEYONCÉ PLATINUM EDITION"; JÁ À VENDA

O motivo
A decisão de liberar o material em tais serviços parte de uma nova regra adotada pela SoundScan, responsável pelo balanço e divulgação das paradas de sucesso norte-americanas. Semanalmente, são divulgadas listas dos álbuns e canções mais vendidas nos Estados Unidos, em diversos gêneros musicais.

Para fazer um levantamento da quantidade vendida por um item, uma fórmula combina suas vendas físicas, digitais e reproduções online nos serviços reconhecidos pela empresa que monitora as vendas.

Atualmente, serviços de streaming têm um enorme "peso" nessa fórmula. Músicas que se tornam virais na Internet acabam aparecendo na lista das 100 mais vendidas da Billboard, o "Hot 100", uma das mais importantes da publicação.

A Billboard, que usa a SoundScan como fonte, também possui o "Billboard 200", uma importante lista com os álbuns mais vendidos no país. A partir de agora, essa lista também incorpora informações dos serviços de streaming.

A nova regra levará em conta a quantidade de reproduções nos serviços Spotify, Beats Music, Rdio, Rhapsody e Google Play. Cada 1.500 reproduções de uma faixa, será equivalente a um álbum vendido - no caso, o álbum ao qual a canção pertencer.

Pela primeira vez, também será levado em conta o método "faixas equivalentes a álbum", sugerindo que a cada dez canções baixadas legalmente e separadamente, será equivalente a um álbum vendido.

Essa mudança poderá afetar de forma negativa aos artistas que são mais consumidos através de vendas ou aqueles que não possuem seu catálogo nos serviços de streaming. 

No entanto, somente as reproduções e downloads registrados no território dos Estados Unidos serão levados em conta. No Brasil, a medida não tem efeito.

Publicidade
Os comentários são de total responsabilidade de seus respectivos autores, o BEYHIVE.com.br não se responsabiliza pelas opiniões de terceiros. Reservamos-nos o direito de moderar os comentários aqui publicados, qualquer conteúdo ofensivo (a uma entidade ou pessoa) ou ilegal será deletado e o autor impedido permanentemente de comentar em todo o site.