Publicidade
Publicidade
04/06/2017 às 16h29

Beyoncé ameaça processar fã que vendia mercadorias com sua imagem e obras

Alguns itens vendidos pelo site Beyonce Capital (Foto: Reprodução)

Na última semana, o fansite "Beyoncé Capital" recebeu uma nota dos advogados de Beyoncé pedindo que o mesmo fosse retirado do ar sob ameaça de um processo judicial.

O pedido veio porque o site vendia, através de uma loja virtual paralela, diversos itens como capinhas para celular e camisetas com propriedade intelectual da cantora, incluindo a imagem e frases de suas canções -- todas protegidas por direitos autorais.

A loja "Capital Clothing" comercializava materiais com fotos e desenhos de Beyoncé, além de títulos e trechos de suas músicas como "I came to slay", "Boy bye" ou "I woke up like this". Muitas vezes, os produtos eram semelhantes aos vendidos na loja oficial de Beyoncé.

Na nota enviada, os representantes afirmaram que a "Sra. Carter não deu autorização para a venda" e pediam que todos os produtos fossem destruídos ou entregues imediatamente.

Nota dos advogados de Beyoncé ao site Beyonce Capital (Foto: Reprodução/Twitter)

Ambos os sites, registrados no Reino Unido, foram retirados do ar, incluindo as contas no Twitter. Antes de encerrar a conta, o proprietário teria comentado que está "negociando com a equipe de Beyoncé para ver se conseguiria manter algum produto".

"Com 15 anos, eu estava apenas tentando ganhar dinheiro. Em nenhum momento eu tive a intenção. Peço desculpas a todos os envolvidos", completou.

Em abril do ano passado, a cantora chegou a processar uma loja que vendia itens ligados à sua imagem.

Publicidade
Os comentários são de total responsabilidade de seus respectivos autores, o BEYHIVE.com.br não se responsabiliza pelas opiniões de terceiros. Reservamos-nos o direito de moderar os comentários aqui publicados, qualquer conteúdo ofensivo (a uma entidade ou pessoa) ou ilegal será deletado e o autor impedido permanentemente de comentar em todo o site.
Desativar Modo Noturno